O mundo aquece enquanto a economia esfria (colapso em ambos os casos)

O jornalismo sempre sofreu de um mal: o esquecimento. Quer pelo espaço exíguo que os meios de comunicação proporcionam para a exposição do que é importante (ou assim julgado), sempre dividido entre propagandas e entretenimentos vazios, quer pelo curto prazo para produção de matérias, quer pela mais absoluta comodidade de não se aprofundar em um tema. Um exemplo? "Aquecimento Global". Quando ouvimos falar disse pela última vez na TV, ouvimos no rádio, ou vimos na primeira página de um jornal ou revista não-especializado? Por acaso o problema já está resolvido? Tem-se até a impressão que sim, tamanho o silêncio.
 
Durante a cobertura da posse de Barack Obama, ouvi uma ou duas vezes essas palavrinhas. Perdidas entre enxurradas de outras palavrinhas e palavrões. No jornalismo, a regra é falar sobre novidades. Esquecemos de manter os debates fundamentais na sociedade. "Há crise global? Sim! Isso é importante? Sim! Vamos falar sobre o que? Crise Global, claro!". Entope-se páginas de jornais e minutos de tv e rádio com toda sorte de impactos que a crise pode ter, nos mais variados setores. Comentários sobre entretenimentos vazios, fofocas e achismos sobre o mundo da moda, culinária etc, ocupam o resto do espaço que poderia ser ocupado com debates fundamentais. Exemplo? "O que estamos fazendo para diminuir o aquecimento global? Quem são os grupos que atuam mais diretamente junto aos governos para isso? O que os governos estão fazendo?".
 
Um artigo da revista Nature ( Antarctic warming - A new reconstruction of Antarctic surface temperature. pode ser lida aqui, em Inglês) afirma que a Antártida está aquecendo, diferentemente do que se imaginava (que a Antártida estaria esfriando, por causa do buraco na camada de ozônio, que não permitiria o acúmulo de calor, ou seja, diferente do resto do mundo, o problema seria a ausência do "efeito estufa" na região). Dado alarmante, que deveria entupir jornais hoje, ou ao menos dividir importantes espaços com matérias de grande relevância. A "geladeira" da Terra, responsável por esfriar as correntes de ar, está com o motor "fundindo".
 
Em língua portuguesa, um portal que deverá assumir cada vez mais relevância foi criado, para ajudar os nosso jornalistas a se lembrarem do que é importante: é o site "Mundanças Climáticas", uma iniciativa da Andi (Agência de Notícias dos Direitos das Crianças), em parceira com o Governo Britânico. Notícias atualizadas e cobertura freqüente sobre temas relacionados ao aquecimento global estarão disponíveis para a mídia grande. Qual será agora a desculpa para não colocar no ar matérias importantes e debates fundamentais, no lugar das vazias matérias que ocupam espaços preciosos de concessões públicas?
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A relação entre arte e filosofia

A mão amada

O mito da caverna interpretado por Marilena Chauí