Segue o teu destino


















Segue o teu destino,
Rega as tuas plantas,
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra
De árvores alheias.

A realidade
Sempre é maios ou menos
Do que nós queremos.
Só nós somos sempre
Iguais a nós próprios.

Suave é viver só
Grande e nobre é sempre
Viver simplesmente.
Deixa a dor nas aras
Como ex-voto aos deuses.

Vê de longe a vida
Nunca a interrogues
A resposta está além dos deuses.

Mas serenamente
Imita o Olimpo
No teu coração
Os deuses são deuses
Porque não se pensam.

Ricardo Reis

Comentários

Mirna disse…
Para relaxar é sempre importante para escrever algo, é importante ser capaz de escrever estas coisas, porque podemos fazer uma pausa a partir da realidade que temos, também eu acho que eu gosto mais ler do que escrever enquanto estou descansando em restaurantes Tatuape

Postagens mais visitadas deste blog

A relação entre arte e filosofia

O mito da caverna interpretado por Marilena Chauí

A mão amada