Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2010

Em comemoração ao aniversário de Brasília

A origem do Mal A transferência da capital nacional para Brasília distanciou a grande massa popular da possibilidade da ação política de fato. Foi o legado de JK.
É comum os olhos da grande imprensa se voltarem para o Distrito Federal. Essa partícula do território brasileiro deve ser a mais conhecida do cidadão comum, fora a área de seu próprio bairro. Isso porque é dali que emanam as principais ordens que orientam o caminhar político e econômico da nação brasileira. Conhecida do povo porque coberta diariamente pela TV; distante não só fisicamente, mas da própria realidade do Brasil.
O jornalista Samuel Wainer, fundador da revista Diretrizes e do jornal Última Hora, os três já falecidos, em seu livro de memórias, expõe as vísceras da corrupção que cimentou os alicerces de Brasília. “Minha razão de viver: memórias de um repórter” traz o relato de como eram feitas as maracutaias envolvendo o poder público e as empreiteiras para a construção do futuro complexo de prédios e vias do …

Mino Carta e o jornalismo nativo - Do blog do PHA

Imagem
O Mino e a Olivetti ganham todas O amigo navegante Pascoal enviou entrevista que Mino Carta deu em Salvador. Mino esteve lá para falar na Universidade Federal da Bahia, a convite do deputado federal Emiliano José (PT).

E deu essa entrevista ao jornal A Tarde:
Qual o partido político da mídia brasileira ?
O partido do status quo,o partido do reacionarismo, do conservadorismo.
Do “que tudo fique como está”.

Incomoda estar à frente de uma revista que, para alguns segmentos da população brasileira, é declaradamente petista? A mim não incomoda, porque tudo diz respeito à minha consciência. Eu sei que ela não é petista. Aliás, nunca fui filiado ao PT. Agora, as pessoas falam porque não lêem. Quem fala isso evidentemente não acompanha a revista. A Carta Capital critica o governo também. A única diferença é que a revista é a favor do desenvolvimento, do progresso, da democracia e de certos valores que o resto da mídia não cultiva.

Este ano, a Carta Capital vai declarar – como fez nas e…