Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2007

Conto enviado para a Piauí

Caros e assíduos leitores: posto aqui o texto que enviei à revista piauí, mas que não foi publicado por ela. Comentem... (logo postarei mais dois que foram enviados para a revista, como prova que, assim como vocês freqüentam este blogue esperando alguma postagem boa que nunca chega, eu também jamais desisto...):

Ela saiu de fininho e deixou os bobões pra láO poderoso Jorge sentava-se à cabeceira da mesa. Na extremidade oposta estava Jorginho, pretendente de Alícia Jorge Alphonsus. Jorginho Pé-duro tremia. Era medroso. Metido naquele fraque de corte italiano, ele parecia uma fuinha disfarçada de pingüim. Sua cara comprida lhe dava ares de roedor, e seus olhinhos apertados e lacrimejantes o tornavam ainda mais ridículo. Mas ele tinha um dom, como todo Pé-duro: era brilhante orador. Era a quinta geração de leiloeiros Pé-duro.Jorge Alphonsus tinha o dom da falsificação. Falsificava brilhantemente de tudo. De colares a quadros, de medalhas a queijos suíços. Era o quarto da geração que herda…

Conto: Os bigodes de Seu José

Seu José nasceu dia 25 de um ano qualquer e num mês que não vem ao caso. Último filho de uma prole de seis (todos homens), desde seu nascimento Seu José chamava a atenção pela sua cabeleira. Jamais havia sido noticiado o nascimento de um bebê mais cabeludo.Aos seis meses, um de seus irmãos, o mais sapeca, lhe fez uma trança enorme. A mãe e o pai de Seu José ficaram furiosos com o menino, e disseram que ele não cortaria o cabelo pelos próximos cinco anos. Na verdade, esse castigo não foi muito duro para ele, já que possuía uma enorme tendência a ser careca.Seu José foi crescendo. Os cabelos eram semanalmente cortados, e aos nove anos jurava que já despontava, sobre o seu lábio superior, um impenetrável bigode.Os anos passaram, os cabelos cresciam irritantemente. Mas a barba não vinha. Nem o bigode. A cena era tão estranha que Seu José, aos 30 anos, ainda não havia feito a barba uma única vez, e seu rosto mostrava apenas umas penugens.É bem verdade que Seu José ficava irritado com o cre…