Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2009

Preciosidades de uma Revolução

Imagem
Encontrei, é bem verdade que tardiamente, duas preciosidades no blog da Lúcia Hippólito. A primeira é a liberdade guiando o povo, de Eugène Delacroix, um dos símbolos da Revolução Francesa:

A segunda, é um dos mais belos hinos já compostos em homenagem à liberdade, o próprio hino da França, que está nesta postagem, aqui linkada, cantado por Edith Piaf (La Marseillaise). Se precisarem fazer cadastro em "O globo" para ouví-lo, sugiro que o façam. Vale a pena.

Verdades e mentiras: como se cria uma microcrise?

Curiosa a posição da mídia no caso Lina Vieira, ex-secretária da Receita Federal. Por dias, a mídia bateu na mesma tecla: Lina Vieira se encontrou com Dilma. No encontro, Dilma TERIA pedido a Lina, que acelerasse a fiscalização em empresas da família Sarney. A ex-secretária INTERPRETOU o pedido da Ministra como uma ordem para encerrar as investigações.

O curioso é o seguinte: agora, sem sombra de constrangimento, a mídia ouve Lina e afirma que ela não interpretou o pedido de Dilma como uma ordem para encerrar nada, justamente o oposto do que vinha sendo veementemente dito. Fica a pergunta: por que razão não ouviram Lina antes? E se ouviram, por qual razão não a contradizem agora, já que ela teria confirmado aos repórteres que interpretou o pedido da ministra como para encerrar o caso? Ou será que a ouviram, mas fizeram questão de não entender? Ou será, ainda, que a interpretação partiu do próprio repórter, ouvindo porcamente, ou pinçando, declarações captadas em um gravador?

As palavras…

Poe e Nassif

Imagem
Comprei, dia desses, um livro do Edgar Allan Poe em uma banca de revistas. Minha intenção era sair com uma CartaCapital debaixo do braço. Acabei com a revista e mais o livro, que chamou minha atenção. E não sem motivo. Poe é um dos maiores contistas da história. Exponho-me e afirmo mais: ele é o maior contista da história. Recomendo firmemente a leitura deste livro, onde há um notável dom manifesto: o de fazer da plavra figura palpável.


Segue ainda a indicação de um vídeo, onde Luis Nassif discorre sobre o Caso Veja, e dá uma aula em sua análise sobre a ação do jornalismo durante a década de 90.

Euclides da Cunha e Marina Silva

Acabo de ter contato com uma precisoa página da web. Ela está hospedada no Estadão, e traz textos do grande Euclides da Cunha, publicados no jornal O Estado de São Paulo. A leitura dos artigos pode ser em texto corrido ou em fac-símile. Quem referir a segunda opção, encontrará algumas dificuldades, dada a qualidade ruim da impressão do jornal na época. Mas, em compensação, terá, diante dos olhos, o retrato de um tempo. A página está no link acima.

Também acabo de ter contato com a carta aberta de Aloísio Mercadante, destinada "à companheira senadora Marina Silva". Ali, ele coloca um punhado de história do PT e da Senadora acreana.

A trajetória de Marina Silva se confunde com a trajetória do PT.
Ambos surgiram muito pequenos e humildes e tiveram que enfrentar obstáculos
quase intransponíveis para se tornarem o que são hoje.

Marina Silva, de pequena menina pobre e analfabeta de um
seringal do Acre, transformou-se numa importante figura pública do país e
persona de prestígio internaci…